Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Covid-19: novas orientações da imunização de gestantes, puérperas, adolescentes e população acima de 18 anos imunocomprometidos

O Ministério da saúde emitiu uma nota técnica com orientações sobre a vacinação contra a covid-19 em pessoas imunocomprometidas

O Ministério da saúde emitiu uma nota técnica com orientações sobre a vacinação contra a covid-19 em pessoas imunocomprometidas, (imunossuprimidos, a com inclusão de gestantes, puérperas e adolescentes).

“Recebemos na sexta-feira, dia 11, a orientação das quatro doses para estes públicos. Já estávamos aplicando, mas até o momento não tínhamos a orientação de que gestantes, puérperas e adolescentes também deveriam aplicar este esquema”, explica Emanoeli Stein, coordenadora do setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco.

Ela também explica que imunocomprometidos são pacientes cujos mecanismos normais de defesa contra infecção estão comprometidos. “Incluem-se nestes grupos pacientes em tratamento para câncer, HIV, pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras”, cita.

A aplicação das doses adicional e reforço serão aplicadas nas programações de reforço divulgadas pelo município. A nota técnica Ministério orienta que:

Pacientes imunocomprometidos acima de 18 anos, (não gestantes e puérperas):

– Que receberam a primeira dose da Coronavac, 25 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizantes, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com imunizante da Pfizer, ou da Astrazeneca ou Janssem;

– Que receberam a primeira dose da Astrazeneca/Oxford 56 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizante, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com imunizante da Pfizer, ou da Astrazeneca ou Janssem;

– Que receberam a primeira dose da Pfizer 21 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizantes, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com imunizante da Pfizer,  Astrazeneca ou Janssem;

– Que receberam a dose única da Janssem fazem a dose adicional com dois meses de intervalo da dose única e 4 meses após realizam o reforço com Pfizer, AstraZeneca ou Janssem.

Pacientes imunocomprometidos/imunossuprimidos gestantes e puérperas:

– Não há recomendação da aplicação de vacinas dos laboratório Janssem ou Astrazeneca para esse público;

-Que receberam a primeira dose da Coronavac, 25 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizantes, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com imunizante da Pfizer (preferencialmente) ou da Coronavac;

– Que receberam a primeira dose da Pfizer 21 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizante, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com imunizante da Pfizer (preferencialmente) ou da Coronavac.

Pacientes imunocomprometidos/imunossuprimidos de 12 a 17 anos:

– Que receberam a primeira dose da Pfizer 21 dias depois recebem a segunda dose do mesmo imunizante, oito semanas após a D2 recebem a dose adicional do mesmo imunizante e quatro meses depois a dose reforço com Pfizer.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Ainda não existem comentários